quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Sexo

 “Sexo verbal não faz meu estilo, palavras são erros e os erros são seus”.

“Eu quero tudo no próximo motel, por mar, por terra, ou via Embratel”.

 Sexo é realmente melhor fazer do que falar, embora muitos gostem de transformar as suas experiências em verdadeiras narrativas públicas. Apesar do sexo já ser um tema muito discutido (inclusive detalhes dispensáveis) ele continua cercado de pudor e mistérios. Afinal, não são todos os grupos sociais que defendem a liberação sexual, e em relação aos mistérios eles existem já que geralmente as conversas sobre sexo estão recheadas de relatos épicos. São praticamente inexistentes os casos em que as pessoas tiram as suas dúvidas ou relatam os seus problemas sexuais  em conversas sobre o assunto. Assunto complexo e polêmico esse não, leitor? Eu mesmo me sinto um pouco desconfortável, meio que de saia justa...Só espero que vocês não se comportem como um garoto tarado rs! Brincadeiras a parte falar de sexo ainda é complicado, não é algo que se converse em tom alto na praça... Vai que passam as beatas de igreja! Ainda assim conheço histórias de quem já fez sexo na praça!
Sexo, sexo é vida, sexo seguro, sexo saudável... Nossa, ouvimos sempre falar de sexo e o pudor ainda persiste, a hipocrisia. Sexo só após o casamento? Existem tantos “não me toque” em relação a esse assunto que me pergunto...O que é liberdade sexual? Será que um dia ela existirá e será descente? Creio que sim, até porque o sexo em si não é indecente, mas sim uma necessidade humana.
Infelizmente, parece que sempre haverá tabus em relação ao sexo, sempre haverá alguma espécie de questão religiosa inserida no meio da discussão desta questão. E além do mais, o mundo é tão grande e sendo a necessidade sexual algo intrínseco ao ser humano, sempre haverá diferenças de comportamento, pensamento, em relação a essa questão. Enfim, ainda assim desejo a todos aqueles que estão a fim um sexo legal.



2 comentários:

Carla disse...

Dependendo do contexto em que está inserido sexo é tabu.Não vejo muita dificuldade em falar sobre isso. O que devemos ter é o cuidado com quem falar.
Sexo ainda tem hora e lugar, falar dele tmb. Ainda bem. Em tempos de resgate de valores, há coisas que não voltam ao passado.Depois da invenção da pílula a mulher liberou-se mais tanto p fazer como p falar. Acho que elas ainda falam mais que eles. Na rodinha dos amigos tenho muita curiosidade em saber se eles falam mesmo o que dizem por ai:"Po, peguei aquela mina." "Po, fulana ali já passou de mão em mão." 'Po, pega aquela menina que ela é gostosa". Que horror.
Falar de sexo seriamente muitos falam hoje em programas de tv, orientando pais de adolescentes em como se deve agir diante da sexualidade do filho. Nas famílias repressoras sexo parece uma coisa "suja".Às vezes sexo vira escandalo de revista.Eu acho que há muitos moralistas tmb, esses são os piores.
é falei, falei e nada disse, rs.
Sexo p mim é algo divino que acontece com duas pessoas e é necessários conhece-las ao menos um pouco p que tudo flua bem. Quer coisa melhor que aquela química de pele em que depois tudo explode como fogos de artíficio? Tá mas isso é fazer...
Falar de sexo...mas que assunto mais complicado...rs
Bom...eu poderia falar muito mais, umas 3 paginas de comentários.
Mas antes que eu me empolgue em pleno blog...vou parar por aqui.
abraços

Nicolas disse...

Inspirador... rs