quarta-feira, 25 de maio de 2011

O que é sucesso?

É do conhecimento de todos que o significado da palavra sucesso representa obter êxito em algo, entretanto, apenas o uso de uma definição formal torna-se insuficiente para abordar as inúmeras interpretações dadas ao conceito deste substantivo. Afinal, alcançar o sucesso é sinônimo apenas de respirar os ares do topo? Geralmente, os vistos como bem sucedidos, quase sempre, são apenas aqueles que tiveram melhor desempenho na escalada das convenções sociais! Avaliando esta ótica percebemos que obter o sucesso está deixando de ser uma conquista subjetiva para tornar-se um conceito geral. Sim, muitas vezes é o sistema quem dita o que devemos considerar ideal! Sendo assim, para que perder tempo? Qual é a razão de investir no autoconhecimento e de identificar nossos reais anseios se a voz do povo e os comerciais já fazem isso por nós?


Sendo a definição de sucesso algo inteiramente subjetivo é possível questionarmos diversos símbolos de sucesso. Logo, qual é a importância de investir a qualquer custo na carreira mais promissora? É realmente necessário comprar o carro do ano? É imprescindível casar, ter filhos, viajar o mundo, acumular riquezas, manter a boa aparência...? Certamente, a melhor resposta para todas essas perguntas é tanto faz, já que cabe a cada um de nós determinarmos as metas que desejamos cumprir. Às vezes, o melhor pode ser ganhar menos, economizar tempo e viver mais. Para alguns sucesso é concluir o projeto, para outros é lucrar após a conclusão do projeto. Além do mais, será que os que se encaixam no estereótipo de “bem sucedidos” se julgam realizados? Será o sucesso idêntico a um cume que depois de alcançado não nos deixa alternativa senão nos contentarmos? Sei lá, estamos sempre insatisfeitos! Quem sabe também seja sucesso a mudança de planos, o aprendizado ao longo da jornada.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Dores do recomeço

 Amargurado, limpando os vestígios do próprio abandono. A face ainda repleta de lama, os olhos apertados e úmidos e o espírito tão cansado. Alguns quilos a mais, garrafas vazias, o sono atrasado e tantos vícios a perder. E há quem diga que recomeçar é uma simples tarefa! Talvez seja o cinema o responsável por internalizar em nossos subconscientes essa visão de suprema glória relacionada ao ato de recomeçar. Afinal, é quase incontável o número de ficções onde o protagonista reergue-se, rapidamente, de maneira triunfal, quase que auxiliado em tudo pelo destino. Todavia, colocando-se de lado os holofotes e o glamour encontrado nos roteiros das super produções essa não é a realidade mais frequente de encontrarmos. Fato é que muitos ao tomarem a decisão de recomeçar ainda encontram-se bem próximos do chão, atormentados, destilando suas antigas angústias.
 Para alguns recomeçar é reunir símbolos religiosos e travar um combate justo consigo mesmo. Às vezes, recomeçar também é abandonar-se, revestir-se de novos valores para seguir em frente. Recomeçar é dar a luz ao novo e aceitar de bom grado as dores deste parto! Precisamos ficar atentos, meus caros leitores, nem sempre o que determina a mudança é à força dos anseios dos novos pensamentos. Muitas vezes, a caminhada só nos conduz a algo sublime através das dores, não as antigas que tivemos, mas as novas que escolhemos. As dores do recomeço igualam-se ao pedágio que precisamos pagar nas vias expressas! São penitências que nos impõem para que possamos nos adaptar a estrada, geralmente, representam um grande teste a paciência. Recomeçar é libertar-se, é refletir, é romper mesmo que os dentes os grilhões que nos atém ao passado. Por isso, pague o pedágio, dê a luz ao novo, rompa os grilhões e lembre-se sempre que após isso sempre é possível ir ao dentista! Desejar o recomeço é o caminho da cura!

" Quem acredita sempre alcança".
Renato Russo

" Eu preciso prosseguir e me libertar".
Detonautas